Adele Fonteles: Aquecimento das fusões e aquisições

Você sabe o que é M&A? Termo em inglês Merges & Acquisitions, traduzido para o português por Fusões & Aquisições, que são meios de reorganização societária, usados para consolidação de mercado, reposicionamento e combinação de negócios.

 

O mercado brasileiro é estratégico para empresas compradoras na América Latina, mas quando comparado ao volume de M&A feitos nos Estados Unidos, o nosso mercado é modesto. Numa operação de aquisição, compra-se participação societária ou adquire-se o controle de uma empresa e, na fusão, duas sociedades se fundem, resultando uma nova e única empresa. Várias são as razões para a realização de operações de M&A, como, consolidação de mercado; desejo de expansão; acesso a novos mercados, produtos, recursos, marketplace, inovação; união de tecnologias e knowhow; redução de custo com reestruturação e otimização de recursos. É mais barato comprar uma empresa do que desenvolver algo novo.

No final, é o aproveitamento de sinergia, pois a soma de negócios resulta em mais eficiência. Muitas empresas estão adquirindo Startups, como uma forma mais rápida de inovar e se tornar digital. O vendedor deve se preparar providenciando questões importantes como, registro da marca/patente, assinatura de acordo de sócios, contratos com fornecedores e clientes.

Já o comprador, deve se ocupar em identificar os problemas que a empresa a ser adquirida tem, impreterivelmente, mediante a due diligence (auditoria que investigará e validará as principais áreas: legal, ambiental, contábil/fiscal, tecnologia, negócios). Muitos desafios são enfrentados até a conclusão de um M&A, como, a integração de processos, tecnologias, pessoas, adequação à nova cultura da adquirente, com seus princípios, valores e práticas operacionais. No Nordeste, foi anunciada a fusão da Betânia Lácteos e Embaré.

Outra operação divulgada foi que a Dass Nordeste ofertou a compra das participações da Alpargatas na Osklen. Provando que operações de M&A estão em alta. As empresas são livres para estruturar operações de M&A. Mas, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica – Cade que zela pela livre concorrência de mercado, analisará e decidirá se tais operações geram concentração econômica, colocando ou não em risco a livre concorrência.

Fonte: https://mais.opovo.com.br/jornal/opiniao/2021/11/11/adele-fonteles-aquecimento-das-fusoes-e-aquisicoes.html

Escrito por:

Adele Fonteles

últimas notícias

Todos os direitos estão reservados © 2020 Fonteles & Associados